REPENSE O ALIMENTO REDUZA O DESPERDÍCIO

Para aumentar a conscientização sobre o desperdício de alimentos a ONG Banco de Alimentos e a Associação Prato Cheio se uniram para realizar um grande evento no “Dia Mundial da Alimentação”, data instituída pelos países membros na 20ª Conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Alimentação e a Agricultura e que é celebrado no mundo inteiro dia 16 de outubro.

O evento, denominado [RE]PENSE O ALIMENTO [RE]DUZA O DESPERDÍCIO, aconteceu no teatro da Unibes Cultural em São Paulo e teve como foco a discussão sobre perdas e desperdício de alimentos, os padrões de consumo e lançou a pergunta:

De que forma a comida é percebida hoje? Como um alimento ou como um produto a ser consumido?

Luciana Quintão - [RE]pense o alimento [RE]duza o desperdício - NÃO DESPERDÍCIO

Luciana Quintão


Walter Belik - [RE]pense o alimento [RE]duza o desperdício - NÃO DESPERDÍCIO

Walter Belik

O evento contou com participação de especialistas

Na abertura, Luciana Chinaglia Quintão – Fundadora e Presidente da ONG Banco de Alimentos e Walter Belik – Professor do Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e Conselheiro da ONG Associação Prato Cheio deram as boas vindas aos presentes e falaram sobre os desafios alimentares dos tempos que estamos vivendo e da necessidade de mudarmos nossos comportamentos.

Veja o vídeo 1:

Em seguida, Luciana falou de sua trajetória na criação da ONG Banco de Alimentos em 1998 e a sua luta para gerar credibilidade, formar doadores para o primeiro banco de alimentos da sociedade civil. Explicou o processo de “colheita urbana” e as ações profiláticas desenvolvidas para entidades assistidas e convênios com faculdades para formação de estudantes além da conscientização através de eventos como este.

Veja o vídeo 2:

Em seguida, Walter Belik discorreu sobre o trabalho da ONG Associação Prato Cheio falando sobre aproveitamento e principalmente sobre a prevenção do desperdício que é realizada através de oficinas em parceria com a Faculdade de Saúde Pública da USP.

Veja o vídeo 3:

Na sequência aconteceram duas mesas de debates que você pode assistir nas redes sociais do NÃO DESPERDÍCIO.

A primeira com o tema – Perdas e desperdício de alimentos frescos – desafios e oportunidades do setor varejista de alimentos que teve como participantes: Márcio Milan: Superintendente e Responsável pelo Comitê Jurídico da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS); Prof. Sylmara Gonçalves Dias: Professora do Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental (PROCAM), do Programa de Pós-Graduação em Sustentabilidade (PPgS) e do curso de Bacharelado em Gestão Ambiental da Universidade de São Paulo (USP); Rogério Dias Leite: Diretor de Operações Co-Packer da rede Oba Hortifruti com mediação do Prof. Walter Belik.

Veja aqui após a fala de abertura:

A segunda com o tema – Afinal, comida é alimento ou produto? Com participação de Roberto Fumio Matsuda: Fundador da empresa Fruta Imperfeita; Hans Christian da Organização Cidades sem Fome e Victor Dimitrow: Chef do Peti Gastronomia com mediação do Salvador Iglesias Ramalho – Founder da Startup SaveAdd.

Veja aqui a 2ª mesa (parte 1):

Veja aqui a 2ª mesa (parte 2):

Confira também outras entrevistas de Luciana C. Quintão para os documentários CULTURA DO DESPERDÍCIO e A ÁGUA QUE FALTA:

Água é alimento

É preciso apoiar quem trabalha com seriedade

Não falta alimento falta acesso

Mudar a cultura

Conheça a ONG Banco de Alimentos: https://www.bancodealimentos.org.br/

Conheça a Associação Prato Cheio: http://pratocheio.org.br/